Poéticas do Movimento


22/02/2012


 

Fotografia: Gislene Macêdo, fev/2012


Alegoria



Bêbadas gotas salteadas. A lama cobre o manto profano de pés e latas secas, lágrimas atravessadas sem brilho ou dor. Canto torto, banto cervado, ceifado, suado, transbordando amor. Vem amor, que encanto o doce corpo enquanto é hoje. Dia alento, você ao centro e eu, puro momento.



gmm, 22/02/2012

Escrito por Gislene Macêdo às 01h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Nordeste, Mulher

Histórico